10/11/1961 -

Chegada a Luanda, de avião, do Destacamento de Fuzileiros Especiais 1.

O DFE 1 foi a primeira unidade da nova infantaria de Marinha a chegar a África. Destinava-se a reforçar o dispositivo da Marinha em Angola e, numa nota dirigida ao comandante naval de Angola, o contra-almirante Reboredo, subchefe do Estado-Maior da Armada, recomendava: “É preciso que eles tenham um período de adaptação à África. As condições são muito diferentes, e que só concorram com os Pára-quedistas ou os bons Caçadores Especiais após essa adaptação. É uma força que vai impregnada de espírito de Corpo e de panache.”

Para se adaptarem a África, os homens do DFE 1 embarcaram no final do mês a bordo das fragatas Diogo Gomes e Pedro Escobar, partindo em direcção ao Sul, à
zona de Moçâmedes para um período de adaptação com os exercícios “Calema”.